Ano 41 - Nº 12605
.....Capa Virtual
Artigos
AgroBusiness
Alta Mogiana
Contato
Diário 41 Anos
Editorial
Entrevista de Domingo
Esporte
Eventos By Night
Expediente
Franca 189 Anos
Francal 2014
Histórico
Local
Policia
Politica
Região
Social
Tema do Dia
Utilidade Pública
.....Pesquisar
.
.
.....Newsletter
Cadastre-se para receber nossas
notícias
.
.....Assine
.
.
.
 
.
Polícia
Gerar PDFImprimirEnviar por e-mail
.

Atropelamentos causam duas mortes nas rodovias

Em um dos casos, mulher teve corpo dilacerado ao ser atingida por ônibus na Cândido Portinari

Da Redação/DF

24/07/2014 -

Dois atropelamentos entre a noite de terça-feira e a manhã de ontem nas rodovias da região de Franca causaram duas mortes e aumentaram ainda mais o triste números de pessoas que perdeu a vida nas estradas da região.
Um ciclista morreu na noite de terça-feira após ser atingido na traseira por um carro. O acidente aconteceu na rodovia Ronan Rocha, próximo ao Recanto Elimar. A outra morte foi registrada na Rodovia Cândido Portinari, em Jeriquara. Uma mulher de 37 anos teve o corpo dilacerado ao ser atropelada por um ônibus de turismo.
Na noite de terça, o ciclista Gilson José de Souza de 37 anos trafegava de bicicleta A beira da Rodovia Ronan Rocha. O ciclista morava em uma chácara as margens da rodovia, próximo ao Jardim Aeroporto e voltava depois de realizar o saque do seguro desemprego.
Na altura do quilômetro 28 da rodovia, a bicicleta foi atingida na traseira por um veículo corsa, conduzido por um estudante de 23 anos. Com o impacto, Gilson foi arremessado contra o para brisa do veiculo e jogado com violência no meio da pista.
Um outro carro que fazia o mesmo sentido, Franca a Patrocínio, acabou passando por cima do corpo da vítima. O motorista do segundo veículo não parou e seguiu viagem.
Gilson José teve morte instantânea. A pericia esteve no local e ouviu o depoimento do estudante que conduzia o corsa. O caso foi registrado no plantão policial e será investigado.

Atropelada por um ônibus
Na manhã de ontem, um atropelamento na Rodovia Cândido Portinari, próximo ao trevo de acesso a Jeriquara, causou a morte de uma mulher de 37 anos, Angélica Carrion de Brito teve o corpo arrastado por um ônibus que seguia com destino ao Estreito. O acidente aconteceu por volta das 6h40.
O motorista do coletivo que transportava 30 passageiros, afirmou que a mulher atravessou a pista e mesmo que tenha desviado e freado, não conseguiu evitar o atropelamento. Com o impacto, o corpo de Angélica foi arrastado pelo pesado veículo. A vítima foi dilacerada no meio da pista. A Polícia Rodoviária e o Corpo de Bombeiros estiveram no local do acidente e constataram a morte da pedestre.
Segundo informações apuradas pela polícia, Angélica Carrion, morava em São Paulo e estaria tentando chegar a Pedregulho onde pretendia visitar o filho que mora com pai. O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML), e depois de identificado foi liberado a família para o sepultamento.
Ainda esta semana, a Polícia Civil deverá ouvir o depoimento dos passageiros e do motorista do ônibus. O disco do tacografo, que registra a velocidade que o coletivo circulava pela rodovia foi recolhido pela polícia.

.

Leia mais na edição impressa do

Jornal Diário da Franca.   

 
......Mais Noticias
 
 
.Publicidade.
.© Copyright 2007 Diário da Franca - Todos os direitos reservados .