Ano 41 - Nº 12654
.....Capa Virtual
Artigos
AgroBusiness
Alta Mogiana
Contato
Diário 41 Anos
Editorial
Entrevista de Domingo
Esporte
Eventos By Night
Expediente
Franca 189 Anos
Francal 2014
Histórico
Local
Policia
Politica
Região
Social
Tema do Dia
Utilidade Pública
.....Pesquisar
.
.
.....Newsletter
Cadastre-se para receber nossas
notícias
.
.....Assine
.
.
.
 
.
Polícia
Gerar PDFImprimirEnviar por e-mail
.

Autor de homicídio se apresenta a polícia

Crime foi motivado depois de uma discussão, pedreiro foi morto a facadas no domingo passado

Da Redação/DF

19/09/2014 -

O homem apontado como o autor de um homicídio no último domingo se apresentou na tarde de ontem na Delegacia de Investigações Gerais (DIG), e confessou ter assassinado o pedreiro José Edeládio de Souza de 31 anos a facadas.
O crime aconteceu na tarde de domingo no Jardim Aeroporto, a vitima chegou a pedir ajuda de moradores do bairro, mas morreu antes da chegada da unidade de resgate. Em depoimento na tarde de ontem, o homem de 40 anos, proprietário de uma banca de pesponto afirmou que o crime foi mesmo motivado por uma discussão entre ele e José Edeládio.
No depoimento ao delegado Márcio Murari, o autor do crime afirmou que desde que se separou da esposa, as discussões se tornaram frequentes, principalmente em relação a guarda da filha do casal. Segundo o homem, ele e José, que era o atual companheiro da sua ex, discutiram por várias vezes e ameaças foram feitas de ambas as partes.
No relato feito a polícia, o homem afirmou que em junho deste ano a confusão ficou ainda mais séria, José Edeládio teria cortado o cabelo da filha dele com uma tesoura, estragando o cabelo da menina, o que revoltou o pai.

No dia do crime
Na tarde de domingo, o dono da banca de pesponto teria ido ao Jardim Aeroporto para buscar sua filha que estava na casa da mãe. Ao encontrar José Edeládio, os dois iniciaram uma nova discussão, até que o dono da banca pegou uma faca e desferiu vários golpes contra o rival.
Após o crime, o autor do homicídio fugiu para a cidade de São Sebastião do Paraíso, onde ficou escondido até a manhã de ontem. Ao final do depoimento, o homem foi indiciado no crime de homicídio doloso e por estar fora da situação de flagrante, responderá o processo a principio em liberdade.
A Polícia civil deverá finaliza o inquérito ainda neste mês e encaminhar a justiça que decidirá o futuro do autor do crime.

.

Leia mais na edição impressa do

Jornal Diário da Franca.   

 
......Mais Noticias
 
 
.Publicidade.
.© Copyright 2007 Diário da Franca - Todos os direitos reservados .