Franca recebe ensino Hibrido da Unicesumar

O novo modelo educacional abrange os cursos superiores de Engenharia e Arquitetura e Urbanismo

321

unicesumar

 

 

 

 

 

Franca é uma das primeiras cidades que recebem o ensino Hibrido da Unicesumar, a instituição oferece o modelo educacional para os cursos de Engenharia Elétrica, Engenharia Civil, Engenharia Mecatrônica, Engenharia Mecânica, Engenharia de Produção e Arquitetura e Urbanismo.

Para realizar o modelo de ensino hibrido a sala de aula recebe uma estrutura para seis dias de atividades. Três dias são para auto estudo, um dia de aula ao vivo (transmitidas via ambiente on-line), dois dias de encontro presencial no polo e/ou de prática laboratorial, também no polo.

As atividades presenciais terão controle de frequência de no mínimo 60% de presença. A sala de aula no modelo Híbrido é invertida, antes do inicio das aulas, o aluno se prepara sobre o tema. Já durante as aulas, o aluno pratica os conceitos aprendidos. Depois das aulas, o aluno revisa o conteúdo e estende o que foi ensinado.

Interessados nesse modelo de ensino podem fazer a pré-inscrição no site www.unicesumar.edu.br/hibrido. As aulas tem previsão para inicio em fevereiro de 2018.

O modelo Hibrido surgiu da troca de experiências de professores de Engenharia e juntos descobriram um novo método para o ensino oferecido até hoje no país. Que inclui o modelo presencial, como na educação a distância.

“Nossa inquietação inicial foi a alta evasão escolar, a má qualidade da maioria dos cursos existentes – uma calamidade –, a baixa empregabilidade dos recém-formados e o comprometimento da indústria nacional num futuro bem próximo”, explica o professor Aécio Lira, coordenador do projeto Híbrido Unicesumar.

Segundo o pró-reitor de EAD – Educação a Distância da Unicesumar, William de Matos Silva, a metodologia do Hibrido tem o intuito de inovar e oferecer melhor qualidade de ensino na instituição.

“Qualidade de ensino, tecnologia educacional de ponta, garantia de aprendizagem, material didático próprio e estrutura física nos polos escolhidos para receber o modelo Híbrido, que oferecerão salas de aulas modernas e laboratórios físicos e virtuais, com rec