Reunião define novos rumos da Feira do Rolo

Comerciantes aprovaram medida apresentada para coibir a venda de mercadorias ilegais

92

reuniao

 

 

 

 

Uma reunião realizada entre comerciantes da conhecida Feira do Rolo, Policia Militar Policia Civil, Vigilância Sanitária e Conselho de Segurança (CONSEG), definiu adequações para serem aplicadas na feira e assim evitar a compra e a venda de mercadorias roubadas ou furtadas.

A Feira do Rolo, que acontece aos finais de semana na Vila São Sebastião, virou motivo de preocupação e desconfiança, o que acaba por atrapalhar o trabalho de comerciantes que lutam para ter uma vida honesta.

Na reunião realizada na noite da última segunda-feira, representantes de vários órgãos públicos definiram normas que serão aplicadas e assim aumentar a segurança de compradores e comerciantes.

Ficou decidido no encontro que entre as novas adequações, toda mercadoria adquirida pelos comerciantes deverá obrigatoriamente que tem um contrato de compra e venda. Ou seja, quando a pessoa vender ao comerciante uma mercadoria, ela deverá informar a procedência e constar no contrato, dados como nome, endereço e telefone.

A medida visa identificar possíveis produtos ilícitos que podem ter sido frutos de roubo ou furto na cidade. “A medida pretende aumentar a segurança dos comerciantes e assim facilitar para que as autoridades identifiquem mercadorias roubadas”, disse Antonio Carlos Lima, presidente do Conselho de Segurança (CONSEG).

Além disso, comerciantes que trabalham com alimentos estarão realizando um treinamento para adquirem conhecimento adequado para a fabricação e o armazenamento correto de alimentos que são vendidos na feira. O treinamento será ministrado por uma equipe da Vigilância Sanitária.

“Pretendemos fazer da feira do Rolo um local agradável, onde as pessoas possam adquiri mercadorias a preços menores e também tenham condições de se alimentar com segurança”, disse Antônio Lima.

Cerca de 120 comerciantes que trabalham na feira do Rolo participaram da reunião e todos se mostraram favoráveis a adequação proposta. Durante o encontro, foi pedido a Polícia Militar que reforce a segurança no local durante a realização da feira.