Programa Vivaleite realiza capacitação

Objetivo foi aprimorar atendimento à pessoa com deficiência em todo o estado

71

 

 

vivaleite

 

 

 

 
A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (SEDS) realiza, por meio da Coordenação de Segurança Alimentar (COSAN) e com o apoio da Escola de Desenvolvimento Social de São Paulo (Edesp), realizou nesta semana a “Capacitação das Entidades e Voluntários do Programa Vivaleite – O Atendimento da Pessoa com Deficiência”. O evento aconteceu terça-feira, 17, no Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo (CRC-SP).
O objetivo foi aprimorar o atendimento às pessoas com deficiência
beneficiadas pelo programa Vivaleite, por meio das entidades sociais. A iniciativa fez parte de uma série de capacitações, que visa fortalecer a interface entre a política de assistência social e a segurança alimentar.
O Programa Vivaleite atende mais de 420 mil famílias, sendo que são mais 323 mil crianças no Estado e 96 mil idosos na região metropolitana de São Paulo. No interior de São Paulo, são atendidas mais de 300 crianças com deficiência. O Vivaleite distribui anualmente 75 milhões de leite e conta com 1.532 entidades parceiras e 56 voluntários.
O secretário de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo, Floriano Pesaro, ressalta que o Vivaleite é crucial para promover a segurança alimentar para a população de São Paulo. “Este é o maior o programa de distribuição gratuita de leite pasteurizado do Brasil. O resultado do trabalho do Governo de São Paulo é visto a partir da aprovação dos paulistas, que veem o Vivaleite como um programa social de qualidade”.

Para a coordenadora da COSAN, Rita Dalmaso, “o Vivaleite prioriza o atendimento integral das pessoas que vivem em condições de vulnerabilidade e risco social no Estado de São Paulo”.

Melhorias

Diante das crescentes dificuldades impostas aos produtores rurais, representantes de associações da área e lideranças políticas de Minas Gerais se reuniram nesta semana para debater medidas que visam fortalecer o agronegócio, e tornar o leite produzido no país mais competitivo.

O deputado estadual Cássio Soares participou do encontro realizado no Anfiteatro do SinRural, em Passos, onde defendeu a necessidade de políticas públicas justas que fortaleçam os produtores rurais.

Na reunião, o principal assunto discutido foi o “problema do leite”, originado das dificuldades impostas pelo Governo Federal aos produtores. Um exemplo, é a importação de leite do Uruguai que só foi suspensa no último dia 10.