Investigação

Polícia não encontra provas de agressão de professora contra alunos

1031

delegado

A Polícia Civil não encontrou nenhum indicio de agressão contra crianças de uma creche escola na cidade de Restinga. Na semana passada, houve denuncias de que uma professora estaria punindo os alunos, os colocando dentro de sacos de lixo.

O caso foi registrado na delegacia de Restinga e a professora foi suspensa, até a apuração completa do fato. A denuncia foi feita por duas mães de alunos, que relataram que a professora havia os colocados no interior de sacos de lixo e os mantido ali por aproximadamente dez segundos. As crianças tem idades entre 3 e 4 anos.

O delegado Eduardo Lopes Bonfim, responsável pela Polícia Civil de Restinga, abriu inquérito para apurar a denuncia e analisou as imagens de câmeras de segurança na escola. Em nenhum momento foi visualizado nenhuma agressão contras as crianças.

Durante as investigações, o delegado notou contradições no depoimento das mães. A principio elas disseram que os filhos foram colocados no interior de lixeiras, mas depois falaram que as crianças eram colocados em sacos de lixo no pátio.

A punição será um castigo aos alunos. O advogado que defende a professora afirmou que as mães tomaram a decisão de fazer a denuncia, logo depois que foram chamadas a escola para tomar ciência dos atos de indisciplina dos garotos.

A prefeitura de Restinga afirmou que nunca havia registrado nenhuma reclamação da professora. A Polícia Civil deve concluir o inquérito nos próximos dias.