Paulo Skaf:

“Basquete de Franca é uma lenda”

286

 

paulo

 

 

 

Paulo Skaf, 61, presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) visitou Franca na última sexta-feira (4) para o lançamento oficial da parceria entre o Franca Basquete e o Sesi/SP. O presidente da Fiesp destacou a tradição da cidade na modalidade e disse que o Basquete de Franca é uma lenda.

Skaf revelou que apenas uma reunião foi o suficiente para selar a parceria entre o Sesi-SP e o clube francano. “Quero dizer que o Franca Basquete não nasceu ontem. O clube tem uma tradição que se confunde com a história do basquetebol brasileiro. O Franca Basquete formou muitos jogadores, técnicos, dando exemplo ao resto do Brasil e até do mundo. É gratificando para a indústria, através do Sesi, reconhecer um trabalho desse que não começa pelo fim. Pra chegar à imagem, ao nome, a esse time, foi preciso muito trabalho. Muito suor saiu da testa das pessoas que precisam ser respeitadas e ter reconhecimento também. O agradecimento quem faz sou eu por essa parceria”, disse o presidente do Sesi, Senai, Ciesp e Fiesp.

Perguntado sobre a política atual, Skaf disse que é preciso colaborar para a retomada do crescimento do país, mas que o futuro a Deus pertence. Na eleição para governador em 2014, Skaf teve quase 5 milhões de votos pelo PMBD.

 

DIÁRIO DA FRANCA – Porque essa parceria com o Franca Basquete?

PAULO SKAF – O Franca Basquete é um dos grandes responsáveis pelo basquete brasileiro. Essa cidade tem história, tem raízes, tem cultura. Esse clube fez muito para esse esporte que se iniciou na década de 30, se não me engano. O Sesi prioriza a educação e, a educação na nossa visão não é só dentro de sala de aula, mas também através do esporte, nas atividades culturais. E por essa razão, nos investimos muito no esporte, em várias modalidades de alto rendimento. Já tínhamos parceria com as categorias de base do clube e quando houve a possibilidade dessa parceria com o time adulto as duas partes foram receptivos.

 

DIÁRIO – O senhor acredita que esse time voltará a ganhar títulos já nessa temporada?

SKAF – O Sesi Franca Basquete foi revitalizado, oxigenado e fortalecido para enfrentar os campeonato que terá pela frente. Teremos um time altamente competitivo.

 

DIÁRIO – O que o Sesi vai ganhar com essa parceria?

SKAF – Nos temos que agradecer ao clube e a cidade porque nos estamos pegando uma tradição muito grande. Essas coisas não começam em uma semana um mês, um ano. O Franca Basquete é uma história é uma lenda. Tem muita história pra contar. Então é um orgulho muito grande para a indústria, por meio do Sesi, fazer parte dessa lenda, dessa cultura e hoje podermos ajudar esse time a levar não só o nome de Franca, de São Paulo e também do Brasil por onde for se apresentar.

 

DIÁRIO – O Sesi já apoia outras modalidades olímpicas, essa nova parceria visa competições internacionais?

SKAF – Existe um provérbio que diz: [Melhor do que um milhão de palavras é um gesto, um exemplo]. Desse nosso time, 17 jogadores, excetuando quatro, ou seja: 13 são de nossas equipes de base do Sesi e, muitos deles sem dúvida vão fazer carreiras internacional.

 

DIÁRIO – É verdade que a parceria entre Sesi-SP e O Franca Basquete foi decidida em apenas uma reunião?

SKAF – Não adiantaria só a vontade nossa. Se houvesse vaidades menores poderia ter atrapalhado e não estaríamos juntos hoje. Todos envolvidos pensaram grande e, por isso precisou apenas de uma reunião, ficando para depois apenas detalhes.

 

DIÁRIO – O Sesi-SP sempre patrocinou equipes de forma exclusiva, mas agora está junto com o Magazine Luiza. Porque essa decisão?

SKAF – A Luiza (Helena, diretora do Magazine Luiza) é minha amiga, grande empresária, que defende nossa cidade, nosso basquete. Realmente nunca fizemos parceria junto com outros patrocinadores, mas abrimos essa exceção pela afinidade que temos e pela história do clube. Não poderíamos entrar em discussão, pelo contrário, o Magazine Luiza sempre lutou por isso e estamos muitos felizes.

 

DIÁRIO – O Senhor já concorreu duas vezes a governador do estado de São Paulo. Vai tentar novamente em 2018?

SKAF – Eu quero agradecer a votação estrondosa que tive na eleição passada. Realmente foi de emocionar. Quando decidi concorrer ao cargo de governador foi para colaborar. Temos que lutar pela retomada do crescimento da economia ajudando na construção de um país e um Estado melhor. Mas o futuro a Deus pertence.