Três são baleados em local sagrado de Israel

Atiradores morrem após confronto com forças de segurança no Monte do Templo, em Jerusalém

189

Israel

 

 

 

 

Três homens abriram fogo contra a polícia nesta sexta-feira (14) próximo ao Monte do Templo, local sagrado de Jerusalém, deixando três israelenses feridos, sendo dois em estado grave. Todos os agressores foram mortos pelas forças de segurança de Israel.
O Monte do Templo é conhecido também como Nobre Santuário pelos muçulmanos, que assim como judeus e cristãos, consideram o local sagrado.
As orações desta sexta foram canceladas no local.
Os atiradores chegaram ao Monte do Templo, caminharam até um dos portões da Cidade Velha e começaram a atirar assim que viram os policiais, disse a porta-voz da polícia local. Houve tiroteio e perseguição.
A polícia ainda trabalha para identificar os atiradores. Vídeos gravados com celulares e mostrados pela mídia israelense mostra as forças de segurança perseguindo e matando um dos homens.
As autoridades palestinas ainda não comentaram o ataque.
Uma onda de ataques palestinos nas ruas começou em 2015 e, embora tenha diminuído, não acabou. Ao menos 255 palestinos e um jordaniano morreram desde o começo dos ataques. Israel diz que ao menos 173 destes foram mortos enquanto realizavam algum ataque, outros em confronto ou durante protestos.
Do outro lado, 38 israelenses, dois turistas americanos e um estudante britânico foram assassinados em ataques com facas, tiros e atropelamentos.