Entrevista de domingo

Leopoldo Gomes Novais, seriedade no comando do 3º DP

173

DELEGADO

 

 

 

O Delegado Leopoldo Gomes Novais, é o entrevistado deste domingo. A carreira do delegado que hoje comanda o 3º Distrito em Franca teve inicio em 1998, como Escrivão. Incentivado pelos pais Floriano Novais e Sônia Maria Gomes Novais, que já eram Policiais Civis, o filho Leopoldo decidiu seguir o exemplo. Enquanto Escrivão, atuou na DISE (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) e no ano de 2006 foi aprovado para o cargo de Delegado de Polícia.

Após academia, realizou trabalhos na Zona Leste de São Paulo, atuando na Vila Matilde, Parque Carrão, Parque São Jorge e Penha. Retornando para nossa região, esteve a frente das equipes da Polícia Civil de Cristais Paulista, Patrocínio Paulista, novamente na DISE e desde o ano de 2012 assumiu o 3º DP.

 

Diário da Franca

Recentemente o senhor participou de mais uma operação que culminou com a prisão de pessoas envolvidas na falsificação de cosméticos, e também esteve a frente de outra operação que desmantelou outra quadrilha que falsificava agrotóxicos. Como o senhor analisa também estas operações?

Leopoldo Gomes Novais

Ambas as investigações demandaram muitos esforços da equipe para a obtenção do fim esperado que era o desmantelamento das organizações criminosas, tanto a atrelada à falsificação de agrotóxicos, quanto a vinculada à contrafação de cosméticos. Mas, é importante frisar nossa equipe atuou em união com outros companheiros, dentre eles o Ministério Público, no caso em questão das Operações, o GAECO, por se tratar do grupo específico no combate e repressão a esta modalidade de delito, bem como da Polícia Militar e Municipalidade. Em experiência conjunta que vem de longa data, desde 2011, entre este Delegado de Polícia e o Ministério Público, pôde-se observar o resultado eficaz de inúmeras investigações, dentre elas as que permearam a lavoura limpa, reparação absoluta e àquelas atreladas ao combate ao tráfico de drogas.

Diário da Franca

Como é feita a preparação para estas operações?

Leopoldo Gomes Novais

Atualmente, a força-tarefa compreendendo várias instituições, em cooperação, tornou-se a forma mais producente de combate e desarticulação de organizações criminosas como vemos, rotineiramente, no Estado de São Paulo e pelo nosso País, consoante atos conjuntos e necessários das Polícias Civil, Militar e Federal, Ministério Público Estadual e Federal, dentre outros. A cooperação firma-se necessária para reduzirmos eventuais erros, otimizarmos os serviços de campo e burocráticos, de forma concomitante e coordenada, objetivando uma eficiente prestação do serviço público com fornecimento de dados suficientes à formação da convicção do Poder Julgador.

 

Diário da Franca

Qual o seu maior orgulho na Polícia Civil?

Leopoldo Gomes Novais

É saber que a cada dia, se mantivermos a fé e posicionarmos nossos pensamentos e esforços para o trabalho, fatalmente, chegaremos a excelentes resultados pela legitimidade probatória e também moral, pois fazendo o que é certo, sempre estaremos amparados por Deus. Nosso orgulho é ser leal mesmo com os desleais, dignificando e valorando os incansáveis integrantes da equipe do 3º DP que, diariamente, exercem suas atividades com maestria e sensatez.

Diário da Franca

E a maior decepção ?

Leopoldo Gomes Novais

Não encaro decepções na Polícia. Fases adversas e conturbadas todos os seres humanos, de quaisquer setores, passam em sua existência terrena. Temos apenas que perseverar, ser pacientes, orar e trabalhar para recebermos os frutos que plantamos, não reclamando da colheita, pois nós somos os ceifadores de nossos próprios destinos. 

Diário da Franca

Como o senhor avalia a segurança de nossa cidade, de uma forma geral?

Leopoldo Gomes Novais

A segurança pública em Franca sempre foi excelente a meu ver. Tanto a Polícia Civil como a Militar opera milagres em manter a ordem pública, diuturnamente, com seus efetivos e o que vemos é uma constante renovação de culturas da geração mais nova que trás junto a si a mordernidade tecnológica e operacional que somada à experiência dos mais antigos, culmina com a prestação de serviço de qualidade ao cidadão. 

Diário da Franca

O que pode ser feito para melhorar a segurança da população, principalmente nos casos mais graves, como o tráfico, gerador de outros crimes como os furtos, roubos e homicídio?

 

Leopoldo Gomes Novais

Mais uma vez ressalvo que, atualmente, a única forma de combatermos qualquer modalidade delitiva é com a união de esforços entre os setores responsáveis pela Segurança Pública, haja vista que o crime tenta se organizar para a melhoria de seus intentos e, desta forma, nada mais razoável que as Instituições, em união, façam frente ao avanço infracional, combatendo-o e repelindo-o de forma efetiva e eficiente.

Diário da Franca

Um sonho na Polícia Civil

Leopoldo Gomes Novais

Não um sonho, mas a realidade que espero ainda ver é a real valorização do policial frente à sociedade. Que todos saibam que nós policiais estamos frente à segurança para mantermos a tranquilidade de vossos lares, cotidianos, etc., e, desta forma, merecemos tratamento condigno com nossa condição de defensor, principalmente, da lei. Assim, antes de pré-julgarem um policial por suas atitudes e\ou mesmo decisões, coloquem-se em nossos lugares e vejam se as decidiriam de forma diversa e\ou mesmo se se acovardariam frente o cruel dia-a-dia a que estamos expostos.

Diário da Franca

Um recado para o leitor

Leopoldo Gomes Novais

Como cidadão digo, não tenham medo!. Façam o certo mesmo que à sua volta tudo pareça estar errado. Confiei em Deus, pois Ele com sua legião nunca desampara seus filhos e as devidas respostas chegarão a seu tempo, trazendo o afago e compreensão para todas as nossas dúvidas.

Despedida

Finalizo com o sincero agradecimento a todos os Policiais Civis que compõe a incansável equipe do 3º Distrito Policial de Franca, colegas Policiais Civis e Militares de toda nossa cidade e região, representantes do Ministério Público, do Poder Judiciário e da Municipalidade. Uma ótima semana para todos.