Poupança tem resultado positivo de R$ 292 mi

No acumulado deste ano, porém, retiradas ainda são maiores que os depósitos em R$ 18,38 bilhões

742

Dinheiro
A poupança reverteu a tendência de retiradas e registrou em maio o primeiro resultado positivo de 2017. No mês passado, os depósitos na poupança superaram os saques em R$ 292,6 milhões, informou nesta terça-feira (6) o Banco Central.
Segundo o BC, em maio foram depositados R$ 180,2 bilhões e retirados R$ 179,9 bilhões da poupança. A diferença entre os dois números é o resultado positivo de R$ 292,6 milhões.
Antes de maio, a última vez que os depósitos na poupança haviam superado os saques foi em dezembro de 2016. Apesar do resultado positivo de maio, em 2017 a poupança registra retirada líquida (superior aos depósitos) de R$ 18,38 bilhões.
Desde janeiro de 2015, quando houve agravamento da crise econômica, a poupança só registrou saldo positivo em quatro meses.
A queda da inflação nos últimos meses tornou a poupança um investimento mais atrativo para os aplicadores. Isso porque o rendimento das cadernetas está limitado em 6,17% ao ano mais a variação da Taxa Referencial (TR), quando a taxa de juros, a Selic, está acima de 8,5% ao ano – hoje ela está em 10,25% ao ano.
Saldo da poupança
Com a captação líquida de recursos da poupança, no final de maio o estoque dos valores depositados, ou seja, o volume total aplicado, registrou aumento.
No fim de dezembro de 2016, o saldo da poupança estava em R$ 664,9 bilhões. Ao fim de abril de 2017, somava R$ 661,91 bilhões e no final de maio ficou em R$ 665,507 bilhões.
Além dos depósitos e das retiradas, os rendimentos creditados nas contas dos poupadores também são contabilizados no estoque da poupança. Em maio, os rendimentos totalizaram R$ 3,303 bilhões.