Conferência sobre a Síria termina com US$ 6 bilhões prometidos para 2017

Encontro co-organizado pela União Europeia (UE) e as Nações Unidas destacou 'dever moral' da comunidade internacional de agir para ajudar o país. Segundo dirigente, mensagem é de que povo sírio não foi esquecido.

648

Conselho
Os participantes na conferência internacional sobre o futuro da Síria se comprometeram em repassar US$ 6 bilhões de ajuda para 2017, anunciou nesta quarta-feira (5) o comissário europeu de Ajuda Humanitária, Christos Stylianides, ao término do encontro realizado em Bruxelas.
“As delegações presentes aqui hoje fizeram uma promessa coletiva de doar US$ 6 bilhões apenas para este ano”, indicou Stylianides.
Ele destacou o “dever moral” da comunidade internacional de agir para ajudar a Síria.
Para o dirigente europeu, que não especificou se esse montante é novo ou faz parte dos fundos prometidos pela comunidade internacional anteriormente, esta conferência envia uma mensagem poderosa, de que o povo sírio não foi esquecido.
O encontro, realizado durante dois dias em Bruxelas, também tinha como objetivo fazer o acompanhamento da ajuda arrecada em uma conferência similar realizada no ano passado, em Londres, quando foi prometido um total de US$ 12 bilhões em duas parcelas de ajuda humanitária.
Além das promessas de ajuda humanitária para o povo e os refugiados sírios, a conferência co-organizada pela União Europeia (UE) e as Nações Unidas buscava também preparar a contribuição da comunidade internacional à reconstrução da Síria depois um eventual acordo de paz .
A ONU calcula que precisa em 2017 de cerca de US$ 8 bilhões para financiar seus programas de ajuda humanitária, sendo US$ 4,7 bilhões para os refugiados sírios e os países da região que os acolhem.