Algar Telecom ajuda mais de 1,2 mil crianças

Adolescentes participam de projetos da Aspa e Instituto “Fausto Gianechini”, em Franca

944

algar

Duas das mais importantes instituições esportivas da cidade, Aspa e Instituto “Fausto Giannechinni”, foram agraciadas com recurso do Instituto de Responsabilidade Social da Algar Telecom. Ao todo foram R$ 600 mil destinados às instituições, que trabalham na formação esportiva de garotos de 8 a 15 anos. O anúncio foi feito pelo superintendente de relações de mercado, Erly Henrique Silva.

Ao destinar os recursos para as duas instituições de Franca, o grupo Algar Telecon se preocupou na qualidade de vida desses garotos. “Aqui sabemos que é a terra do basquete e, o trabalho desenvolvido pela Aspa e pelo Instituto Fausto Giannechinni Esportes e Educação são modelos para o país. Priorizamos esse aporte justamente para incentivar outras empresas a também ajudar as equipes que necessitam tanto de uma ajuda”, ponderou Erly Henrique.

O superintendente de relações de mercado do grupo Algar Teleconon explicou que Franca é uma das cidades que tem recebido uma atenção especial ao longo dos 62 anos da empresa. “Temos um prestígio muito grande no Município e região e esse apoio do Instituto Algar – que já distribuiu mais de R$ 12 milhões – se preocupa na formação dos jovens a exemplo também de outros projetos. Agimos assim para que nosso trabalho seja seguido por outras empresas”, ponderou.

O evento, que aconteceu no terraço do edifício Prime, em Franca, reuniu lideranças de todos os setores como Acif – Associação do Comércio e Indústria de Franca -; CDL Franca; Prefeitura de Franca, Câmara Municipal e até mesmo convidados especiais como o técnico do basquete francano, Helinho Rubens Filho.

José Marcelo Tasso Dermínio, Presidente da Aspa, explicou que os recursos serão aplicados no atendimento a 350 crianças de 8 a 15 anos em 4 núcleos da cidade, como Leporace, Aeroporto e na próxima sede da Aspa. O projeto Basquete.com tem apoio ainda da Secretaria Estadual de Esportes, Prefeitura Municipal (Feac).

João Marcelo Leite , também diretor da Aspa, afirmou que é possível que algum atleta – que por ventura tiver o perfil para jogar o profissional será indicado para a equipe da cidade. Porém, para conquistar esse espaço deve se dedicar ao máximo.

Fausto Giannechinni explicou ao jornal Diário da Franca que tem um trabalho com adolescentes desde 2011. Em 2017 a Algar Telecon interessou pelo seu projeto, que atende a mais de 700 crianças nas escolas estaduais de Franca e região. “Temos parceria com a Secretaria de Educação (Diretoria de Ensino), Prefeitura de Franca e da região. Nosso trabalho é no contraturno dos estudantes, sendo que atualmente o Instituto atende a 500 crianças, mas até o final do ano ele chegará a 1,2 mil. Nos últimos anos foram mais de 5 mil estudantes beneficiados. Eles recebem material esportivo e até lanches, além de toda estrutura que o projeto exige”.