Lanchão pode se transformar em arena multiuso

Projeto através de Parceria Pública Privada prevê construção de um centro empresarial e espaço para shows

307

Lanchao

Quando a população esperava uma notícia sobre uma solução para a saúde, eis que a prefeitura anuncia um projeto para toda a área que compreende o estádio municipal José Lanchão Filho, o Lanchão.

O prefeito Gilson de Souza quer transformar o local em uma arena multiuso, com direito a um centro empresarial. Para isso seria construído anexo ao Lanchão uma torre para abrigar salas comerciais e salão para eventos.

A ideia surgiu após uma série de reuniões com especialistas da área em São Paulo para discutir a viabilidade do projeto, não só no que se refere às obras, mas na forma como se dará a implantação, que virá na formalização de uma PPP – Parceria Pública Privada.

O Lanchão é usado basicamente pela Associação Atlética Francana, mas em 2016 praticamente não foi utilizado, uma vez que o clube não disputou nenhuma competição oficial.  “Vamos transformar um elefante branco, que só dá despesas, numa fonte de receitas. Vai ser bom para todo mundo e um marco de modernidade na administração pública de Franca.” disse o prefeito.

O prefeito de Franca busca realizar algumas ações semelhantes as que o prefeito de São Paulo, João Dória Júnior, vem fazendo, utilizando a PPP – Parceria Pública Privada -. Nesse caso, a empresa fica com toda a responsabilidade pelo investimento e implantação do projeto, em troca da exploração comercial do espaço por determinado período. Em contrapartida, a prefeitura de Franca deverá exigir que o parceiro construa duas creches, com capacidade para 250 alunos cada uma, em local a ser definido na cidade.  “Precisamos pensar a cidade para daqui há 20 anos e esse empreendimento é imprescindível para uma cidade do porte e importância de Franca e nós vamos oferecer à nossa população esse grande avanço e, muito importante salientar, sem uso de dinheiro público”, acrescentou Gilson.

O prefeito não informou por quantos anos o local seria explorado pela empresa privada e qual a estimativa do valor do investimento que seria necessário para erguer a arena. O empreendimento prevê que a Francana e outras agremiações segam mandando suas partidas no estádio.