Feliz Ano Novo!

603

Ao se aproximar o final de mais um ano de trabalho e lutas e o início de um novo período, é sempre tempo de se refletir sobre o que foi realizado e os desafios que se apresentam pela frente. O ano de 2016 deixou, em muitos, o sabor amargo de um tempo com manchas negras a pairar sobre toda a humanidade: os efeitos de uma crise económica e social que teima em marcar presença, as guerras, os atentados terroristas, o drama dos refugiados, os atropelos continuados à dignidade da pessoa humana, as desigualdades gritantes, as agressões  ao  ambiente e a política brasileira enfiada na lama

Mas,  ao entrar em 2017, não podemos deixar que uma onda de pessimismo tolhe o nosso coração e a nossa alma, até porque começam a surgir alguns sinais ténues, em várias áreas que podem alimentar a nossa esperança que estamos a caminhar para um ano melhor.

Até mesmo na religião, é um sinal de esperança a influência crescente da figura do Papa Francisco, cuja voz é escutada com atenção. A Humanidade necessita de gente sábia, ponderada e amorosa com capacidade para propor as mudanças inadiáveis. Recentemente, o Papa fez um apelo para que sejamos firmes e empenhados, a não percamos  a esperança e trabalhemos pela Paz.

Neste domínio da luta pela paz, terreno muito difícil de atuar, começam a surgir no mundo vozes que defendem mais o diálogo que as ações bélicas para dirimir os conflitos existentes. Já no Brasil a prodridão da política segue sendo combatida, enquanto que a economia não deve ser tão desastrosa neste ano como foi em 2016.

Já em Franca as esperanças políticas se renovam com um novo prefeito e muitos vereadores estreantes na Câmara. Como se vê, dentro e fora da cidade, há fatos que podem alimentar a nossa esperança em 2017. Que este ano que se inicia seja repleto de realizações e felicidades a todos os nossos leitores. São os sinceros desejos do jornal Diário da Franca.